segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Só Rimo Com Você



Rimei meu amor com o seu
Primeiro verso, o aconchego
Segundo verso, o meu desejo
Em sua boca se intrometeu

Em cada estrofe, você e eu
Exclamações e reticências
Ponto a ponto, as indecências
Aproximamo-nos do apogeu

E no final de lindo tema
Entrelaçados em nossa rima
Breve pausa... Mais uma vírgula
Poema bom... Nunca termina.

sábado, 19 de novembro de 2011

Como se não houvesse amanha...


Nada como o tempo para mostrar
Que é preciso se amar
Para poder gostar de alguém
Pois amar é cuidar
É aprender a se doar
Não se doa o que não tem
E como diz certo alguém
Amar sem parar para pensar
Pois amanha o amor não há.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Qual é a sua cor?


Minha cor é de gente
Que sob o sol quente
Reclama do calor
Eu tenho a cor do mundo
Cuja lagrima vem do fundo
Quando sofre por amor
Minha alma é colorida
É da cor que a vida pinta
De uma raça multicor
Então eu te pergunto
Porque me discrimina
Qual é a sua cor?

UM DIA

Não foi agora, mas um dia será
Que meus versos dispostos na areia
Que o mar revolto agora saboreia
E as gaivotas estão a grasnar

Serão levados a outros portos
E o vento atrevido ira assoviar
E a linda menina de olhar absorto
Embalada nas rimas ira repousar.

Postados Recentemente