domingo, 2 de outubro de 2011

TODO MEU!



Hei, devolva que é meu

A você foi emprestado
Com prazo indeterminado
Em plenitude e apogeu
O que era puro e cristalino
Em tristeza e desatino
Em teu corpo se perdeu
Rompi nosso contrato
Sou livre e não disfarço
Aprendeu... Coração Sandeu?

2 comentários:

  1. Olá! Muito obrigada pelo carinho! Sinta-se bem vindo no Bonjour Circus :)

    ResponderExcluir

Postados Recentemente